Azulejaria: Estética Original

Como não se apaixonar pelos azulejos? Capazes de compor uma decoração afetiva e cheia de personalidade, as peças trazem toda uma carga histórica e compõem um mix rico de cores e estampas. Seu nome tem origem árabe – vem da palavra azuleicha, ou ‘pedra polida’, em bom português – e a técnica já era usada pelos egípcios, que decoravam seus edifícios e mesquitas com peças cerâmicas.

“Os azulejos foram difundidos pelos islâmicos e chegaram à Europa, ganhando novos tons e texturas. Hoje, são facilmente lembrados pela azulejaria portuguesa, que se tornou muito popular aqui no Brasil, já na época de colônia e império”, diz Christie Schulka, Marketing Manager da Roca Brasil Cerámica.

Visando resgatar essa história, abaixo o portfólio da marca, traz diversas linhas que homenageiam a azulejaria mundial, com suas características tão únicas.

Relembrando a famosa azulejaria portuguesa, a linha Porto (20 x 20 cm) traz peças com grafismos levemente desgastados e no característico tom de azul. Como é comum dos azulejos, se apresenta em pequeno formato, perfeito para composições na parede.Os revestimentos marroquinos, com grafismos em suave relevo sobre a peça que, retificada, possibilita a criação de painéis contínuos e sem emendas visíveis. Também de inspiração marroquina é a linha Zellige. A milenar técnica de mosaico tinha a estrela como um dos desenhos mais característicos, assim como as tonalidades de azul e vermelho. Os revestimentos cerâmicos da linha são capazes de levar calor à decoração de banheiros, cozinhas, ambientes comerciais e onde mais a imaginação mandar. Influenciada pela cerâmica renascentista, a linha Maiólica revisita o aspecto artesanal da técnica italiana em que as cerâmicas eram decoradas e queimadas manualmente. Com cores marcantes e estampas clássicas da época, ela apresenta traços de desgaste natural e nuances destonalizadas que reforçam o caráter lúdico da coleção.A linha ganhou ainda uma peça nostálgica, com estampa de limão siciliano, trazendo bom humor e descontração às paredes.Na imagem de capa, também retrô, mas com uma modernização nos tons metálicos, a linha Venus, conta com desenhos orgânicos em tons metálicos sobre um fundo acetinado. A paginação proporciona continuidade dos grafismos e resulta em um belo efeito óptico.

A azulejaria passou por uma evolução durante os anos, com apelo estético com as vantagens do material, muito durável e fácil de manter, oferecendo inúmeras possibilidades para os projetos, finaliza Christie.

Imagens Divulgação

Compartilhar

Comments

comments

Escrito por
Mais conteúdo de Hellen Fírmìno

Móveis soltos da Santo Antônio de Lisboa no Home Chef

Os móveis soltos são peças e complementos importantes na ambientação de qualquer...
Saiba Mais