Feito pra Elas – Apto Industrial Feminino

Após sua aposentadoria a Maria do Socorro resolveu se mudar de Imperatriz no Maranhão para São Paulo, onde a filha Lua vivia desde que entrou na faculdade. Elas compraram um imóvel novo próximo à Estação São Paulo-Morumbi do metrô.[e encomendaram o projeto para o escritório Cota 760. Desde o início a Lua e a Socorro foram muito abertas às nossas ideias. Umas das primeiras coisas que a Lua pediu foi um apartamento monocromático, o que em si já era um desafio instigante com o qual a gente se identificou.Conforme elaboramos o levantamento do apartamento e reconhecemos as estruturas, a demanda inicial de fechar parcialmente a cozinha com alvenaria deu espaço para a proposta de demolição completa da lavanderia e o projeto de divisão sala-cozinha através de um armário de aço. Também foi removida a parede entre sala e varanda e pode-se repensar a dimensão e os elementos de cada ambiente. O armário metálico de quase 6 metros tem função de armazenamento, é área de trabalho e desempenha um papel fundamental na integração com a sala através do fechamento em chapa micro-perfurada e do pórtico de entrada.O pórtico forma uma moldura que acolhe quem entra no apartamento além de ser um elemento fundamental para criar essa integração única entre a cozinha e a sala de jantar, deixando o sofá em uma posição mais reservada. O fato de o armário ser descolado do teto ajuda a dar mais amplitude para os ambientes e manter o conceito de integração. Para explorar o conceito monocromático, decidimos com as clientes pelo uso de tons rosados e cinzas explorando diferentes materiais e texturas.

 

A projeção da área da sala de jantar e do corredor recebeu uma pintura cinza no teto, diretamente sobre o concreto. A ideia foi reforçar alinhamentos dos ambientes de uma forma desconstruída mas trazendo um conforto visual muito grande definindo os diferentes espaços. Integrar mas dar singularidade para cada um. Essa composição de cores e texturas permitiu que o apartamento, mesmo com o uso de materiais atrelados a estética industrial e explorando linhas retas e limpas, tenha uma atmosfera de acolhimento muito caseira e confortável.

Os quartos receberam pinturas na mesma paleta buscando organizar a geometria dos ambientes destacando nichos manipulando as sensações das dimensões. Finalmente a decoração e paisagismo do apartamento trouxeram variadas linguagens artísticas para completar o sentimento de casa. Selecionadas pela cliente em conjunto com peças já existentes, desde obras consagradas do Impressionismo até outras imagens e vegetações, foram posicionadas para destacar pontos de vista, reforçar alinhamentos e alturas.

Fotos:Cris Farhat

Compartilhar

Comments

comments

Escrito por
Mais conteúdo de Hellen Fírmìno

SCA “Emotions + Design”

SCA renova sua marca e reafirma posicionamento no mercado moveleiro
Saiba Mais