Urban Jungle

Olá seguidores, estamos aqui pensando no verde…Por que ele nos encanta? Por que invadimos o verde ou trouxemos ele para junto de nós?

Essas perguntas ficam latentes após visitarmos a Casacor SC em Florianópolis. Claro que o local, ajuda no partido. Em meio a mata, só dá vontade de ter o verde como cúmplice do espaço.

O tema da Casacor deste ano, Casa Viva, já é uma forma maior de abordagem da vida nos ambientes projetados. Onde a ideia é explorar a conexão com a natureza, mostrando uma casa que pulsa, uma casa camaleônica, que promova experiências que emocionam. E o verde?

Floresta urbana, ou conceito Urban Jungle, é uma nova tendência, que aproxima a natureza das pessoas em seu lar, fazendo bem à alma e ao bem estar. Uma mini floresta, paredes verdes, árvores frutíferas, ou apenas vasinhos agrupados em aparadores e prateleiras, tudo pode!

Mas por que, ter o verde por perto? As cidades estão cada vez mais áridas, cinzas, e concretas. Inclusive nos ambientes internos. Logo é preciso escapar, desconectar, ser leve, deixar fluir, respirar, sentir. Além de contribuir para o controle da umidade, limpar o ar, relaxar o corpo e a mente, diminuindo o nível de estresse.  Um ambiente mais verde é menos poluído, mais frio durante os meses quentes, e também tem uma aparência mais atraente.

Trazer a natureza para perto, através das plantas dentro ou fora de casa, ou inserir sua morada em meio ao verde, são soluções contemporâneas para uma vida melhor. As plantas são vidas, elas pulsam, e se conectam de alguma forma conosco. Acontece uma troca. Isso é fato!

Dá trabalho? Então opte por papéis de paredes ou tecidos com estampas. De alguma forma o verde estará presente, trazendo leveza ao ambiente.

Nesses dois projetos, criações diferentes: Na Casa Ônix, ela se insere em perfeita conexão com a vegetação existente, original do local. O arquiteto, criou sua obra, adaptando-se tirando partido do entorno, junto aos ambientes.

Projeto Studio Gabriel Bordin – Foto: Mariana Boro

No ambiente Little Jungle , uma circulação que até então, teria a função de interligar os ambientes de uma casa, ganha status de acolhimento, através do aconchego, e o cuidado na escolha e forma de colocar as vegetações no espaço. A energia positiva das plantas transforma o espaço em vivo e dinâmico. Além de expor relíguias, peças de design, ou peças garimpadas em viagens, as memórias contam a história de quem vive ali. Tudo que precisamos ver na chegada!

Aqui o verde está em vasos, permitindo a mobilidade, para a insolação e rega. E ainda a fácil reposição…ideal para ambientes internos.

Projeto: Pedro Tessarollo e Jairo Lopes Foto: Lio Simas

Uma tendência acontece impulsionada por um movimento que o mundo está fazendo. O comportamento das pessoas ditam e reverberam novas criações e possibilidades. Pode até ser tendência, mas precisamos entender o conceito. Se ele se conecta com nossos anseios e desejos, podemos trazer para nossa vida. Ou seja, descubra a raiz. Se os frutos que virão lhe encanta, plante ela na sua casa.

#conceito #tendencia #casacor #casaviva #arquiteturadeinteriores

Sobre a Casacor SC em Florianópolis

Olá seguidores, neste sábado tivemos a oportunidade de visitar mais uma edição da Casacor, desta vez em Florianópolis. Foi como voltar nos antigos tempos, onde a Casacor acontecia numa casa, mantendo suas características. Um casarão no caminho do meio em Santo Antônio de Lisboa, traz o sotaque Lusitano para o evento. Um resgate da memória do lugar, valorizando a vida que acontece na ilha de Florianópolis. O jeito de morar catarinense, agrega-se ao tema casa viva, da mostra esse ano. A casa em meio a mata, integra-se à natureza com construções efêmeras que,se inserem e adequam-se ao local, sem tocá-lo, preservando-o, conectando-se ao verde. Fantástico!

Foto: Fernando Willadino

O tema seguido a risca, onde o verde/vida, presentes no espaços em conexão perfeita. Não imposto, mas integrado.

A medida em que vistávamos e sentíamos os ambientes, cada conceito surpreendia. Sim, os profissionais estavam preparados para defender seus projetos a todos que passavam por ali. Conceitos interessantes que nos levam pensar sobre o morar, como uma mostra deve ser…promover a reflexão.

Mostraremos alguns conceitos que nos marcaram por sua essência.

O Jardim de Estar, assinado por Ana Trevisan, além de conectar as edificações externa á casa, traz a experimentação como premissa, ou seja, sentir o lugar, ler algumas mensagens expostas e refletir sobre elas.

Foto: Mariana Boro

A Varanda “Verdejantes Tempos, mudanças de ventos…”, assinada por Mariana Pesca, Elise Lacerda e Ivana Bernart, um ambiente que faz uma conexão com o espaço interno e externo, tudo se mistura, e vivem a natureza no dia a dia.

Foto: Fernando Willadino

O Little Jungle, assinado por Pedro Tessarollo e Jairo Lopes, é uma circulação transformada em espaço multiuso que se apropria da energia positiva das plantas para conectar as pessoas ao ambiente.Foto: Lio Simas

A Suíte Essencial assinada por Juliana Pippi,  traz impresso no seu projeto a simplicidade e o essencial para pensarmos sobre os ambientes. Tudo muito leve como a vida deve ser. Porém com a riqueza de peças elaboradas, com design diferenciado, aplicado de forma funcional sem excessos para a vida correr livre por ali.Foto: Mariana Boro

A Sala Viva, assinada por Anna Maya, além da presença do verde no seu design, seu eixo principal faz um link perfeito com o verde da área externa. O uso de materiais naturais também reforça a vida no seu conceito.
Foto: Lio Simas

A Sala Kidron, assinada por Marcelo Salum, evoca o conceito nômade na sua amplitude, desde o ato de movimenta-se, até as transformações dessas mudanças. Uma sala para um médico terapeuta, onde conversas sobre a vida e experiências acontecem para o aprofundamento das questões da alma. Os momentos e movimentos em pauta.
Foto: Mariana Boro

A Cozinha com Afeto é a proposta de Rosane Girardi e Alcides Theiss, onde as memórias afetivas estão representadas no projeto, e propõe preparar a refeição do dia a dia com menos pressa, provocando o pensar sobre a relação com o alimento.

Foto: Mariana Boro

A Lavanderia, nesta casa é um lugar de memórias afetivas, que lembra casa de vó. Um ambiente que traz o consumo consciente da água, um espaço pet e um lugar para trabalhos manuais do dia a dia, criando a dinâmica do ambiente assinado por Gabriela Bosco Dutra e Vanessa Buonomo.

Foto: Lio Simas

Uma casa, uma construção efêmera, a Casa Ônix by Karsten, assinada por Gabriel Bordin, permeia-se na paisagem. Uma espécie de cabana que interage com o verde do entorno. Uma prova viva de desconexão.

Foto: Mariana Boro

Estes são alguns conceitos que falam a nossa língua. Conceitos que expressam a contemporaneidade do tema morar. Ambientes que trazem na sua essência o que mencionamos por aqui, com o intuito de contagiar mais pessoas a terem em suas casas o que lhes fazem bem. Vislumbramos o entendimento de que a formatação de um conceito, que responda as necessidades de cada indivíduo, é base, na prática diária da boa arquitetura de interiores.

A Casacor SC em Florianópolis está de parabéns por expressar muito bem a casa viva. Gostei muito, do início ao fim.

#casaderaiz #casaviva #casacor #casacorsc #arquiteturadeinteriores