Uma cozinha com a raiz do Design Italiano

Olá seguidores!

Hoje eu apresento uma cozinha veramente italiana.

Esta cozinha é uma referência a excelência do design italiano. Agregando tecnologia e detalhada para funcionar, traz um conceito que propõe a cozinha como o centro da casa.  Muitas atividades acontecem na cozinha, por isso tudo deve funcionar, e tudo pode estar oculto. Aparecendo a medida de sua necessidade. Com isso o visual clean ganha destaque. Isso proporciona uma cozinha bela, que neste projeto recebeu cores tendenciosas e acabamentos nobres.

O azul petróleo é uma cor que remete a natureza, e desperta a tranquilidade e o equilíbrio. Em tons escuro, traz a sofisticação para o ambiente funcional.

O amarelo simboliza a ruptura no projeto por ser uma cor que inspira e desperta a criatividade. Além de representar o calor, a luz e a alegria.

A cozinha italiana, há muito tempo é um lugar de descontração e reunião. Mas nos dias de hoje, precisa da setorização e funcionar. Este projeto resolve esta equação, com um ambiente arrojado e com raízes na história da cozinha, sem deixar de lado as necessidades da cozinha do futuro. Muito Italiano isso!

Este ambiente projetado pela arquiteta Patricia Palma, trouxe muitos detalhes de encher os olhos: O piso porcelanato, tem as marcas do tempo. A iluminação pontual em perfis de led desenham sobre o projeto, a luz. Os equipamentos super tecnológicos podem ser acionados com um simples toque. Tudo é muito leve e limpo, de fácil manutenção como a vida contemporânea exige. Além disso a arte e design fazem referência ao luxo no ambiente.

Agora, passeie pelas fotos.

Fotos: Eduardo Liotti

A cozinha e o design Italiano, estão bem representados nesta “Cucina“. Este projeto entra para nossa galeria por ter alma, conceito e memória envolvida.

#casaderaiz #arquiteturadeinteriores 

Quais as tendências nos equipamentos de cozinha na Eurocucina

As novidades são o foco na Eurocucina. Descobrir tudo que vai ser visto por aí, é a intenção de todos que visitam a feira. E isto não faltou. Como já falei aqui, as cozinhas estão escondendo o jogo, ou seja, tudo desaparece num piscar de olhos. Esta é a maior tendência do segmento.

Um armário bem projetado pode esconder tudo que é necessário na cozinha. Ele some num instante.

DSC07168

Assim os eletros acompanham o movimento. Podemos ter uma coifa embutida no móvel da bancada com apenas um click.

DSC07172

Ou uma gaveta que esconde todos os eletros. Aparecendo com a necessidade do uso.

DSC07173

Os equipamentos maiores quando não desaparecem, se escondem. Tornando assim o ambiente mais leve. O fogão é uma lâmina de vidro, este que também estampa a coifa em diversas roupagens, claras ou escuras.

DSC07178 DSC07179

A projeção e automação ganham força. É utilizada com a necessidade que o ambiente vai ganhando espaço na residência e status de receber convidados.

DSC07181

Os acabamentos metálicos luxuosos aparecem como detalhes importantes na cozinha.

DSC07184

A coifa é luminária e vice versa, trazendo o equipamento com mais funcionalidade.

DSC07180

Mesmo quando aparecem os equipamentos possuem o design mais limpo, trazendo o foco para a tecnologia aplicada.

DSC07185

Nesta imagem o fogão é invisível. Isto mesmo o equipamento se esconde no stone, que garante a função do equipamento, sem aquecer a pedra.

DSC07183

A cozinha hoje é um ambiente funcional que pode perfeitamente servir de recepção aos visitantes ou fazer parte dela, estando conectada em outro ambiente. Seja no  residencial ou no corporativo.

DSC07190

A tendência vista na Eurocucina é ter a cozinha discreta ou completamente camuflada. Onde deve ser acionada quando necessário. Pode estar oculta. Quando há necessidade, deve ser conectada em ambientes mais elegantes sem comprometer o restante da ambientação.

DSC07191#fica a dica #ficadicasanova

Detalhes importantes nas cozinhas – Eurocucina

Na Eurocucina, as cozinhas grandiosas trazem muitos detalhes importantes e que não podemos deixar de sinalizar. Algumas bancadas trazem muitos nichos e compartimentos que as deixam mais funcionais. Tudo a mão! Para não perder tempo.

DSC07165

A iluminação aparece embutida e direcional onde precisa dar apoio á funcionalidade.

DSC07294Pare ter a bancada mais “clean” e livre, um artifício muito usado nos projetos, foram o apoio dos balcões, com nichos e compartimentos fechados para estar tudo próximo sem poluir a bancada.
DSC07134

Em busca desta liberdade, os equipamentos automatizados, somem num toque, ou parece no mesmo. Isto permite que o cenário mude conforme o uso do ambiente. Super tendência!DSC07172A área de refeição apareceu muitas vezes próxima á ilha ou bancada. Continuando a máxima de economia de espaço e aconchego no uso da cozinha.DSC07235

Deixar só que interessa á vista, também é o que promete acontecer nestes ambientes. Cada vez mais a indústria aposta em elétrodomésticos que mostram o que interessa. O restante, esconde!DSC07110Olha aí um exemplo…Os botões embutidos no móvel, torna discreto o fogão, que tem os queimadores apoiados na bancada em pedra. Com isso as cozinhas podem ser compartilhadas em outros ambientes.DSC07025Enfim, os detalhes salientados, nos revelam que as cozinhas dão show na residência, concorrendo com as salas elas trazem a tecnologia e a beleza com igualdade para o cômodo.

Eurocucina em Milão

Poder viajar é muito bom. Poder viajar para explorar, captar e descobrir tendências é melhor ainda. Este ano novamente fui á Milão conferir as novidades e lançamentos do I Salone del Mobile.

Este que nos contempla com tudo que é extraordinário no segmento de design e inovação. Este ano aconteceu também a Eurocucina, um evento que mostra as tendências nas cozinhas pelo mundo.

Quero mostrar aqui o propósito do blog que é trazer para vocês de uma forma traduzida as novidades que encontrei, e que chegará no Brasil. Pois o evento é uma conexão do mundo todo. Alguns produtos chegam ao nosso País, em outros segmentos, somente as tendências que se desenvolverão no mercado.

Vamos começar com um editorial sobre as cozinhas.

Elas serão marcantes como ambiente, projeto e design, ou seja, então o perfil é muito importante na concepção.

Elas são “clean”, cores leves, degradês e algumas mais intensas.

As bancadas continuam roubando a cena. Multifuncionais são ideais para espaços compactos. As monumentais se destacam nos materiais que trazem o luxo para o cômodo que antes era funcional, mas agora ganha o destaque no imóvel, com stones marcantes, metais e eletros sutis, quase imperceptíveis.

Isto mesmo, os eletros são “clean”, leves e até transparentes, com muita tecnologia para não perceber a funcionalidade das cozinhas que atualmente estão nas salas.

Em relação aos materiais, o inox reina absoluto no mobiliário e nos equipamentos. Os stones nas bancadas e a madeira como sempre, importante no ambiente.

DSC07077DSC07211DSC07233DSC07289DSC07224DSC07209DSC07261DSC07253DSC07222DSC07146DSC07272

Além das cozinhas “clean”, com um design de tendência escandinava, que limpa os ambientes, deixando-o minimalista, o mobiliário com detalhes clássicos também esteve presente com mais discrição, mas se destacou no contexto. Não sei se convence, mas esteve ambientando e provocou discussão e olhares questionando-os. Vamos ver…

A madeira não tem um tom premeditado, e as cores também desfilaram múltiplas. Me arrisco á dizer que vai circular de tudo. Por enquanto os tons sóbrios predominam, começando a inserção de cores de tons fechados como o verde folha e azul jeans. O cinza de sempre, o preto e o marrom foram repetidos.

Logo posto mais novidades.

Espero por vocês.