No mínimo, luxo!

Olá, aqueles que nos seguem,

Deixei para o final, algo bem interessante, que nos faz pensar, e quero que vocês o façam também…sobre ambientes minimalistas em mostra.  Aproveito o finalzinho da Casacor RS para trazer esse pensar sobre o mínimo.

Vou expor aqui, dois ambientes que trouxeram o minimalismo para a Casacor na edição de Porto Alegre, RS. A suíte Área IN assinada pela arquiteta Lídia Maciel e a Suíte Duvet assinada pelo arquiteto Rafael Kroth. Ambas com o mínimo necessário para conotar o conforto e a sofisticação impresso na vertente minimalista.

E por que será, que em meio tantos ambientes na mostra, estes são notórios? Acreditamos que o mundo transcorre por esse caminho. O menor consumo, que leva à boas escolhas, de peças que duram muito, pensadas na tecnologia e no design que as tornam atemporais. Essa é a tendência.

Embora esses ambientes ainda em menor número, ganham adeptos e olhares instigantes. Inclusive, passam uma sensação de liberdade que procuramos na contemporaneidade. Ah,…sensação/sentido! Para perceber a riqueza destes ambientes, precisa-se despertar os sentidos e levá-los apreciar os mínimos detalhes. É lá que está a poesia do projeto. Normalmente técnicos, eles funcionam bem, além de expor com muito cuidado a vida que ali está. Os ambientes minimalistas trazem  riqueza em muito pouco. Isso os deixam interessantes, àqueles que estão dispostos a descobrirem seus encantos.

A quem pense,…é fácil fazer o minimalismo. Com certeza, não é. Poucos fazem com maestria. O minimalismo não é vazio. Bem pelo contrário, é cheio de referências em poucas e pensadas especificações. Isso é dificílimo de fazer com excelência. Sabe por que? Porque é preciso chegar lá no profundo, na essência de cada cliente ou conceito.  Ir na raiz. Resgatar tudo e materializar com o mínimo, transformando o ambiente no máximo de sua concepção.

Quando isso acontece, o resultado são ambientes poéticos, luxuosos, leves e atemporais. Acreditamos que a casa do futuro, bem ali, terá todos estes adjetivos, incluindo a simplicidade para ser plenamente feliz.

Vamos sentir os ambientes citados nas fotos de Cristiano Bauce:

Área In – Lídia Maciel

Suíte Duvet – Rafael Kroth

Que tal? Eu amei as duas suítes.

A raiz de cada uma, traduzida em luxo.

Essa sensibilidade exposta, é a mais pura materialização da arquitetura de interiores. A criação de espaços que traduzem a alma de alguém, proporcionando um ambiente que o usuário se identifique, se perceba, se sinta libre, e possa ser feliz todos os dias com o melhor que possa adquirir.

#casaderaiz #casacorrs #casacor #arquiteturadeinteriores

 

Suíte para ficar…pra sempre!

Olá seguidores, que descobrem sempre por aqui um projeto que encanta por sua concepção. Aquele que tem algo à nos dizer. Conceitual ou não, tem o pensar do arquiteto em cada detalhe materializado. Vamos lá…

Refúgio a Dois, projetada pela arquiteta karen Feldman, para a Casacor RS, é aquele dormitório que nunca acordamos do sonho, logo na realidade tudo se materializa. Ele trouxe um requinte sutil, expressado pelos materiais. Mesmo com abundância de mármore, a arquiteta soube dosar, com a madeira, permitindo o conforto e o aconchego que uma suíte exige.

Quando me refiro a sutileza do luxo expresso, me refiro a um ambiente que acolhe, e pode ser usado todos os dias, mesmo sendo luxuoso. Esse equilíbrio é muito importante e difícil de executar, principalmente em mostra.

Além da madeira, o carpete trouxe acústica e o toque de relaxamento ao ambiente, dizendo “entre e fique à vontade”.

No banho, os tons de cinza no mármore, dá um toque suave sem repelir, ou representar frieza, pois junto a madeira, promoveu o equilíbrio.

E o verde?! Ah, o verde que entra e amplia o espaço através das janelas, é deslumbrante. A permeabilidade que tem esta suíte, é muito interessante.

Este projeto se propôs, retratar um dormitório para um casal, e dentro do tema da mostra, se encaixou perfeitamente. Para nós é um dos destaques.

Veja tudo nas fotos de André Bastian:

Um lugar para renovar as energias!

#suíte #casacor #casacorrs #casaderaiz #arquiteturadeinteriores

O aconchego e a nostalgia como raiz do dormitório

Olá seguidores,

Venho reforçando aqui a máxima da essência nos projetos de arquitetura de interiores. Isso porque acreditamos que ao descobrirmos a nossa essência e o que precisamos para viver, fica muito mais fácil acertar. Assim como na semana passada, trago outro projeto de mostra, com móveis soltos, Essa é uma tendência para resolver rapidamente os ambientes em qualquer lugar que se está, diante da mobilidade de vida que avistamos à frente. Mesmo com rapidez, o projeto deve ser bem pensado, e avaliado para que as aquisições sejam eternas.

Vamos lá,… hoje trouxemos um projeto da arquiteta Denise Barretto, também para uma mostra de móveis soltos, e mesmo assim veremos muita personalidade impressa, isso é casa de raiz para nós.

O quarto NATURAL, propõe o resgate de itens nostálgicos na ambientação, a história do morador. Um dormitório leve, repleto de aconchego, que reúne o clássico e o moderno com total harmonia. A presença da nogueira, madeira escura, usada nos anos 60, que volta com toda força. Com os nós em evidência e um tom escuro, ela encontra o equilíbrio nos elementos claros do decor, resultando em luminosidade no ambiente. Segundo Denise, “sua ambientação é feita tanto para quem deseja reviver as lembranças de outras épocas, quanto para aqueles que gostam do estilo vintage com toques de sofisticação”… essa é a raiz.

Veja as fotos do dormitório que em cada detalhe ressalta a alma natural no ambiente. Fotos: Rômulo Fialdini

Lindo e aconchegante, como o dormitório deve ser. E além disso expõe a essência contando uma história. Gosto muito e acredito nessa forma de projetar arquitetura de interiores.

#casaderaiz #casadeverdade #arquiteturadeinteriores #gentefeliz

Meu olhar: O universo infantil

Para comemorar o dia das crianças, esta semana vamos fazer várias referências aos nosso pimpolhos. Começo com este post especial que abrem as publicações.

infantil-1

Já tive várias experiências com dormitórios para crianças, e compor um “universo infantil” é realmente voltar a ser criança por alguns momentos. Isso mesmo, precisamos fazer uma viagem no tempo e de certa forma realizar nossos sonhos trabalhando, e isso é muito bom, prazeroso e realizador, principalmente quando vemos aquelas carinhas sorrindo sem ter o que dizer com palavras, somente com o olhar.

infantil-2

Começamos olhando em outra escala, encolhemos para saber qual a projeção visual que os pequenos tem deste espaço…eles enxergam bem maior do que realmente é, então podemos fazer o espaço que para nós é pequeno, render com vários momentos dentro do ambiente.

infantil-4

Normalmente os dormitórios destinados as crianças são os menores, então o estudo do funcionamento dele é muito importante para este que vai se tornar o habitat deles por horas. Deve- se prever vários momentos, como estudo, brincadeiras, dormir, e receber amiguinhos, afinal este é o mundinho deles.

infantil-5

O mobiliário na escala deles também é um detalhe a se pensar, inclusive que ele possa ir se transformando ao longo do seu crescimento para ser viável economicamente. Pois várias transformações vão acontecer na durabilidade deste dormitório.

Quarto Menino

Depois do layout resolvido, onde resolvemos cada zona, precisamos exercitar a criatividade para compor de forma lúdica o mobiliários, os brinquedos, objetos e cores, para que tudo fique harmônico e instigante. A criança deve se sentir acolhido no seu habitat, estimulado nas zonas de convivência e estimulado a relaxar na zona para dormir, tudo junto e misturado….desafio á frente! Mas é assim mesmo que deve ser…tudo intenso mas organizado.

foto-folder-1

A organização é importante pois deixa um recado aos pequenos: Tudo tem um lugar e assim deve permanecer. Utilize este projeto para condicionar seu filho á regras de organização e convivência que eles levarão para a vida inteira. Este é o maior investimento em projetar um dormitório para um filho, pois além das várias brincadeiras, vários amigos que vai receber no seu mundo, várias histórias que vão ficar para sempre, os estudos que vão crescendo com ele e todas as experiências que vai vivencias no seu mundo, este é o seu primeiro universo e é nele que vai nascer “alguém”.

infantil-10

infantil-9Vale o pensar, o investir e o CURTIR com eles todo este processo e valorizar cada reunião, cada escolha com eles…Eles devem participar muito desta aventura…é aí que começa a brincadeira.

Divirta-se…

#ficaadica #ficadicasanova