O morar nômade

Olá seguidores,

nos próximos posts, usaremos como referência em nosso texto, alguns conceitos que foram materializados na Casacor SC em Florianópolis.

Conceito Nômade

Este conceito tem base nos nômades, aqueles que se movimentam, trocam de morada, são itinerantes.  O morar nômade, cada vez mais forte, retrata o momento atual, onde apresenta-se uma geração mais livre, solta, menos apegada, que vivem em constante movimento. Esse movimento pede projetos que acompanhe essa tendência comportamental.

O mercado vislumbra esse processo de transformação do morar, que pode ser lenta, mas certa. Este ano no I Salone (salão de móveis de Milão), várias marcas apresentaram produtos de fácil mobilidade, leves, moduláveis e montáveis, resistentes e de excelente qualidade, concebidos para atender essa necessidade do estilo de vida contemporâneo. “Sempre digo que móveis soltos são eternos”.

A vida nômade é possível diante do avanço tecnológico que permite uma vida móvel, e se o design acompanha com produtos inteligentes, tudo fica mais fácil.

Além disso a proposta é uma forma de refletir sobre a própria existência, julgar o que realmente é necessário para o viver cotidiano e a longo prazo, respeitar os limites físicos, mentais e espirituais, e propagar coisas boas em uma época em que o mundo passa por diversas dificuldades. Outro ponto a se pensar, é a menor aquisição de imóveis. Atualmente muitos preferem alugar imóveis ao invés de comprar. Pois isso lhes permitem mais mobilidade.

Se nos movimentamos mais, teremos mais histórias pra contar. Em contra partida, precisamos de referências de nossas origens por perto, trazendo a relação de pertencimento aos lugares que moramos. Mesmo que poucas, essas referências são importantes. “Afetar o lugar por onde passamos é tão importante quanto ser afetado por ele, ao levar a sua imagem na trajetória“.

Enfim, se olharmos para o futuro do morar, ele deve ser cada vez mais móvel- logo mutante, leve, aconchegante e com muitas memórias.

Veja o ambiente do arquiteto Marcelo Salum, a sala Kidron, com o conceito nômade. Fotos: Mariana Boro

Nesse projeto, todo mobiliário solto, distribuído com planejamento, para que todas as peças e relíquias acumuladas durante a vida, estejam todas igualmente valorizadas.

Gostei muito, do projeto e do conceito ser abordado na mostra. Por isso está aqui.

#casaderaiz #arquiteturadeinteriores