Conceito da Casa Gente na Casacor Goiás

Olá seguidores.

Que tal, a casa gente? Alguns podem responder: Minha casa? Sim. Essa é a proposta da designer de interiores Andréia Rocha Lima, que me encantou com seu conceito, simples autoral e atemporal de viver. Apresento-lhes a Casa Gente…(texto da autora)

[CASA GENTE é um espaço “biográfico, livre, que conta a história de gente que sente, ama, sonha e vive. Nesta “CASA” se encontram identidade, design, arte, decoração, memórias e natureza. Um modo de viver autoral, acolhedor, generoso e simples. No espaço de 60 m², a profissional mescla mobiliário e peças de diferentes estilos, texturas e origens, que contarão a história de “GENTE”. A ideia é que o visitante encontre alguma referência de sua própria história no ambiente.

Acredito na casa de verdade! Onde o sofá é pra sentar mesmo e vai acabar marcando o lugar predileto de assistir um filme…

As cadeiras vão, charmosamente, ostentar  uma manchinha esquecida pela gota de vinho que caiu numa noite gostosa com amigos… A mesa de jantar marcada pelo fundo de uma taça de um brinde despretensioso… Nas paredes, uma lembrança de viagem enquadrada como se fosse a própria Monalisa…

Lembranças, cheiros, histórias… a casa tem que ter vida! Alma! É a extensão de quem mora nela! Os amores, as crianças, sonhos, alegrias e dores ali se encontram, emocionam e perpetuam… CASA GENTE!  Esse é o princípio do projeto! ]

Acreditamos aqui no Casa de Raiz que essa é a verdadeira casa. Aquela que deve ser valorizada nas mostras, e devem estar a mostra para que todos saibam e queiram no lar, um morar mais humano, projetado para o usuário,  sob medida, onde todos os sonhos e sentidos se materializem. Isto é arquitetura afetiva, que leva a uma arquitetura de interiores assertiva.

Aprecie algumas fotos do fotógrafo Ênio Tavares.

O conceito desse ambiente me encantou, por ser um manifesto da casa que tem vida, que tem sentido, que tem dono. Por mais projetos assim. Que ensinam pensar sobre o habitat na sua mais pura essência…RAIZ!

#casaderaiz #arquiteturadeinteriores #gentefeliz

Mariana Fogliato na Casa Cor RS 2017

Um dormitório de bêbe, é o ambiente projetado pela arquiteta Mariana Fogliato na Casa Cor RS deste ano.

A inspiração veio das obras de Tarsila do Amaral. Suas cores impressas, trazem a brasilidade ao dormitório, com desenho clean de linhas puras, sem gênero definido, servindo a menina e ao menino. O colorido e as peças de design, foram pensado para estimular as sensações e curiosidade do bebê.

O espaço de 34m2 contemplará as zonas de descanso, lazer e higiene bem definidas para as funções, que resgata o conceito montessoriano em que o dormitório de bebê deve ser projetado para o bebê e não para os pais.

O uso da cor cuidadosamente, peças de design e a madeira clara, norteiam as especificações contemporâneas do ambiente.

Estamos curiosos para conhecer esse dormitório, projetado pela gravidíssima Mariana Fogliato.

#ficadicasanova #casacorrs

Lançamento Casa Cor 2017

Na terça 27, a Casa Cor representada por sua diretora superintendente Lívia Pedreira, anunciou a nova identidade visual da marca e as novidades do produto para 2017.

O ano que vem a mostra de São Paulo terá 9 semanas de visitação que ocorrerá de 23 de maio á 23 de julho de 2017.

casa-cor-2017

Lívia apresentou o tema “O design mais próximo das pessoas” e relatou sobre a busca do selo de evento sustentável do Brasil e os números obtidos com economia de água, energia e resíduos conquistados neste ano. O objetivo é alcançar esta meta até 2020. O tema se refere ao cotidiano de buscar experiências, de ter propósito em uma vida simples e digital, buscando aproximar. Para a diretoria da mostra, a Casa Cor é um laboratório para testar o poder de transformar, facilitar, iluminar e inspirar o cotidiano das pessoas. Adorei este propósito!

Então, que venha 2017! Vamos acompanhar aqui no blog tudo de perto.

#ficaadica #ficadicasanova

 

Ambientes Casa Cor RS no Hotel Laguetto

Hoje o editorial vai para aqueles ambientes da Casa Cor RS que estão no Hotel Laguetto Viverone Moinhos de Vento, isto mesmo, eles ficam no hotel, agora disponíveis para locação.

SUÍTE VEGAS

Alice Guedes – Eng. Ambiental e acadêmica de Arquitetura

Ane Lopes – Arquitetas

“Propusemos espaços que integram de forma harmônica”. A suíte, abriga conforto e tecnologia para hóspedes de alto padrão, proporcionando uma viagem única ao universo de Las Vegas, com elementos pontuais e uma elegante iluminação. No banheiro, num conceito mais intimista, foi usada pintura especial combinada ao revestimento nobre, banheira colorida, louças pretas e mobiliário único.

Suite Vegas_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_01

Suite Vegas_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_06

LOBBY NATURAL GATSBY

Daiana Arnold – Designer de Interiores

Roberta Arnold Schell – Arquiteta

“Nossa inspiração é cênica, no estilo dos anos 20, época em que se passa a história The Great Gatsby, filme que inspira muito glamour”. No lobby do hotel foi trabalhado o conceito natural, com acabamentos derivados da natureza. Os vários ambientes que formam o lobby foram trabalhados com inspirações distintas: um com inspiração clássica, com poltronas Luís XV e móveis reinterpretados em versão contemporânea. Outro com móveis contemporâneo e cortina de correntes que divide a estação de acesso a internet. destaque para a bancada de trabalho retroiluminado com padrão geométrico, recurso muito usado nos anos 20.

Lobby Natural Gatsby_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_06 Lobby Natural Gatsby_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_14

MATRIMONIUM SUÍTE

Eco Elemento Arquitetura

Juliana Damásio – Arquiteta

O conceito que norteou o projeto foi a celebração do matrimônio. Para remeter a essa simbologia, toda a suíte é composta de tons neutro, muito espelho e metais cromados. O dormitório foi integrado ao banheiro através de uma divisória de vidro, onde o casal pode compartilhar momentos íntimos quando desejar, ou segregar os espaços através de uma persiana metálica. destaque para a cabeceira que remete ao formato de um resplendor.

Matrimonium Sui¦üte_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_06 Matrimonium Sui¦üte_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_17

SUÍTE LAGUETTO PERTUTTI

Marie Hellen Mafaldo Bottcher – Arquiteta e Christiano Carvalho – Designer de Interiores

“Buscamos um estilo contemporâneo visando proporcionar um espaço de acessibilidade universal, gerenciando da melhor forma os limitantes físicos que encontramos”. Foi utilizado o que há de mais moderno em acabamentos e materiais. O resultado surpreendente em um espaço aconchegante, cheio de estilo e totalmente acessível.

Sui¦üte Laghetto Pertutti_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_08 Sui¦üte Laghetto Pertutti_CREDITO_EDUARDO_LIOTTI_17

Fotos: Eduardo Liotti

Fonte: Assessoria de Imprensa Casa Cor RS – Conteúdo íntegro da publicação.

Referências de estilo e especificações no projeto para Casa Cor RS

Minha vida está bem corrida, mas consegui passar aqui e contar para vocês as referência que utilizei no projeto e o porquê das especificações de materiais utilizados…isto é muito importante!

O Espaço se refere á comunicar arquitetura (revistaria) de uma forma conectada, ou seja, usando formas de conexão através da arquitetura para representar a conectividade desta caixa na casa… comunicação INBOX!

Cabeça

Esta imagem digitalizada é arte de Lucas Baldissera que representa o nosso “box”. A cabeça com vários triângulos (ligação de pontos de conexão), estes  representam a conectividade. Ela está na fachada do container, e na estampa da poltrona, juntamente com os triângulos, que também estão desenhados no couro que reveste a fachada da lareira.

Revistaria I 060

O papel de parede 3D também representa a conectividade, “como as folhas de uma árvore, estamos todos conectados na rede”. Por isso sua escolha.

Revistaria I 008

Vários pontos do projeto trazem a prata, como nas molduras, persianas, vasos externos e luminária. Lembrando os 25 anos da mostra no RS.

As referências especificadas nos tons do projeto, eu trouxe na bagagem da minha viagem á Milão. Lá o design escandinavo se destaca, e suas tendências também. No ambiente o piso de madeira natural clara reforça a referência. E o todo do ambiente branco que aparece no papel de parede e no couro croco complementam a atmosfera escandinava muito forte na Europa.

A cor caramelo que o piso reproduz e o couro utilizado na lareira, é uma das cores que o Instituto Pantone aponta para as cores deste inverno, que é tendência também na moda atual.

Externamente o container é preto, pois é a “caixa preta” da mostra. A alusão as caixas pretas de aviões que trazem as informações de vôo e no caso da Casa Cor RS, um vôo que dura 25 anos.

Descrevi estas referências para salientar que o arquiteto é treinado para pensar em todos os detalhes do projeto. Quando projetamos criamos um “todo”. Conceituamos o projeto de acordo com os sonhos, necessidades e sentimentos do usuário. E todo funciona junto, criatividade, projeção, técnica, e sensações; esta eu diria que é a mais importante. Prever o que o usuário sentirá ao estar usufruindo do ambiente. Satisfazendo todas as suas necessidades, funcionais ou emocionais, e assim realizar um sonho por completo.

#amomuitotudoisso !

O projeto “INBOX”

Um container (15m2), dois ambientes…Este foi o desafio!

Resolvi sair daquela ideia de corredor que a forma do container impõe, então o quebrei com uma parede perpendicular que também é uma lareira, que aquece os dois ambientes. No primeiro, conto a história da mostra expondo as 24 capas de mostras anteriores. Logo vem os expositores que trazem os materiais dos fornecedores da mostra. Assim o ambiente do cartonário recebe e acolhe os visitantes. Nele utilizamos papel de parede ECO FRONT da Select Paper e mobiliário sob medida da MOBILHARTE. Os quadros são da MOLDURA MINUTO.

DSC07787

Na fachada da lareira, que simula um cenário de capa da revista e promove a revistaria, utilizamos revestimento de couro reconstituído da SOLUS, a arte em acrílico é da fotógrafa Gigi Monteiro, a luminária é a Raimond Moooi da LUZES DO MUNDO, a lareira confeccionada em Mármore Nuvolato pela DE CARLI SELECT STONES, e o equipamento da lareira á gás é da ARCAZ lareiras ecológicas.

DSC07785

Existe ainda um espaço reservado para a venda das revistas, onde a poltrona HELE de minha autoria, vem com uma estampa personalizada criada e executada em conjunto com a BANG impressões, esta que também executou toda a comunicação visual do ambiente criada pelo escritório. A estampa fala da proposta de comunicar arquitetura, referenciando as palavras que conceituam o blog, TENDÊNCIA, CONTEÚDO, IDEIA e ARQUITETURA.

DSC07811

O Piso é madeira natural, TAUARI da LUIZA PILAU. As cortinas de alumínio são LUXAFLEX com aplicação de cintas de couro, criação nossa; as cortinas de tecido em linho sintético, receberam tingimento na barra ( nós que fizemos), tudo executado pela MISTURA revestimentos e cortinas.

DSC07805Olha  no detalhe a estampa criada com desenho de LUCAS BALDISSERA que traz o nosso box (cabeça) onde penamos arquitetura e convidamos o visitante á entrar na caixa (INBOX) para pensar fora da caixa. E a frase que conceitua o projeto…“conectar o aparentemente desconectado”.

Essa é a nossa arquitetura! Nossa proposta para primeira Revistaria e Cartonário da Casa Cor.

O conceito “INBOX”

Quando me chamaram e me passaram o desafio de projetar pela primeira vez um espaço dedicado á Revistaria e Cartonário da mostra, o que veio na minha cabeça foi uma “caixa” guardada á 25 anos que seria inserida no contexto da comemoração. E nela estariam, antigos (capas) e atuais ( fornecedores) que escrevem os 25 anos Casa Cor.

Como a mostra traz este ano a sustentabilidade como tema, um container se encaixaria perfeitamente neste conceito. Ele é reuso e tem muitas historias ao longo da vida.

E porque INBOX?  A caixa que usamos para comunicar  dados importantes na internet. Na Casa Cor esta caixa está na saída. Após visitar ambientes lindos e de muito bom gosto, o visitante entra na caixa para repensar o seu espaço. Esta é a proposta!

 

DSC07778

Um container, dois ambientes… Este foi o desafio.

Projetamos então um ambiente receptivo, que expõe as 24 capas das edições anteriores da mostra. Onde também está o cartonário que traz os fornecedores que viabilizam grande parte dos ambientes da mostra.

DSC07781

Em seguida, temos um espaço reservado para a venda das revistas desta edição do evento. Que ainda acolhe o visitante.

DSC07799

Este visitante pode ainda utilizar a fachada da lareira como um cenário para fotografar e ser capa da Revista Casa Cor 25 anos.

DSC07797

O projeto visa interagir e comunicar arquitetura, tudo que eu mais amo fazer. Aproveitei o desafio para expor o visitante a um momento de reflexão sobre arquitetura e seu espaço… “entre na caixa para pensar fora da caixa” Este é o papel do arquiteto na mostra, utilizar seu conhecimento e provocar o pensar sobre arquitetura, além de mostrar conteúdo, tendências e ideias.

Este foi o conceito do projeto desenvolvido para a Casa Cor 2016… Revistaria e Cartonário INBOX.

Espero a visita de todos.

*Logo conto sobre os detalhes arquitetônicos do projeto.