Ambientes afetivos

Olá seguidores, aproveitando novamente um tema apresentado na Casacor SC, vamos falar da afetividade na concepção dos espaços.

O afeto na arquitetura de interiores

Eu gosto muito desse tema, inclusive é proposto diariamente em nossas postagens no @casa.de.raiz . Trazer um olhar mais profundo para os ambientes, é uma forma de projetar o afeto.

Os ambientes afetivos, acolhem as pessoas, passam a sensação de pertencimento ao espaço, tornando assim mais agradável a sua permanência e uso do mesmo. Para isso um olhar para dentro, um exame, um diagnóstico deve ser feito minunciosamente pelo profissional envolvido com a criação.

Essa se apropria de processos mentais do comportamento humano e de suas interações com o ambiente físico e social, buscando personalizar e revelar a identidade do morador, além de materializar seus desejos. A arquitetura afetiva promove mudanças, avanços e melhorias, algo que vai projetar o cliente para o que ele quer ser, fazer, e viver. Sendo assim ela pode ser considerada um resgate do que somos, para compor o que desejamos.

Na cozinha com afeto, apresentada por Theiss Girardi Arquitetura, o resgate é justamente de criar uma nova relação com o alimento, melhorando a partir do espaço criado, a manipulação e a preparação da comida, além de promover encontros entre as pessoas que amamos. Achei bárbaro! O afeto, como premissa do projeto, resultando um ambiente além de funcional, afetivo, convidativo e encantador, afinal a arquitetura está à serviço das pessoas.

Vamos ver as fotos dessa cozinha cheia de afeto?  Por Mariana Boro

Trouxemos o exemplo desse projeto para tocar num assunto contemporâneo. O resgate de nós mesmos, criando projetos únicos, com identidade. Pela necessidade de nos reconhecer, diante desse mundo globalizado, imenso.

“Para que não te percas, te encontre na tua casa”.

#casaderaiz #afeto #arquiteturadeinteriores

O profissional sabe o que faz. E você?

Olá seguidores, sempre bom tê-los por aqui.

Além de mostrar tendências, projetos e ambientes, nosso propósito é divulgar e promover tudo o que pode valorizar o profissional do segmento de arquitetura, design e paisagismo.  E hoje vou chamar a sua atenção, público em geral ou profissional para um detalhe super importante que podem significar, rever suas escolhas no processo de lapidação da sua casa.

No último dia 26, fui convidada em nome loja Idea Design, para visitar a fábrica de um fornecedor de cadeiras, e conhecer assim todo o seu processo fabril. Esse tipo de visita nos coloca em contato com o genuíno do processo para definirmos uma ideia sobre o mobiliário. Isso é muito bacana, pois assim conseguimos especificar o mobiliário com segurança e certeza de que conhecemos a marca.

Veja esta foto que captei no local:

Duas cadeiras. Uma da concorrência, comprada pelo fabricante, e outra fabricada por ele. Duas estruturas completamente diferentes. Uma delas super instável e com estrutura e vida útil, com data de validade. Outra, cuidadosamente estruturada para durar anos.

Agora eu pergunto: Elas podem ser comparadas? E os valores? Seriam os mesmos? Claro que não! Tem projeto, trabalho e compromisso envolvido. Tudo isso gera um valor agregado ao produto.

O profissional conhece, para especificar e argumentar com o seu cliente. Assim o processo se torna verdadeiro e excelente. Pense nisso!

O profissional é responsável pelo bom desempenho do projeto, especificações e sua execução. Ele pode garantir o sucesso de todo o processo, inclusive suas escolhas.

Escolha um bom profissional e logo, bons produtos. Esses investimentos valem a pena.

#ficaadica #ficadicasanova