No mínimo, luxo!

Olá, aqueles que nos seguem,

Deixei para o final, algo bem interessante, que nos faz pensar, e quero que vocês o façam também…sobre ambientes minimalistas em mostra.  Aproveito o finalzinho da Casacor RS para trazer esse pensar sobre o mínimo.

Vou expor aqui, dois ambientes que trouxeram o minimalismo para a Casacor na edição de Porto Alegre, RS. A suíte Área IN assinada pela arquiteta Lídia Maciel e a Suíte Duvet assinada pelo arquiteto Rafael Kroth. Ambas com o mínimo necessário para conotar o conforto e a sofisticação impresso na vertente minimalista.

E por que será, que em meio tantos ambientes na mostra, estes são notórios? Acreditamos que o mundo transcorre por esse caminho. O menor consumo, que leva à boas escolhas, de peças que duram muito, pensadas na tecnologia e no design que as tornam atemporais. Essa é a tendência.

Embora esses ambientes ainda em menor número, ganham adeptos e olhares instigantes. Inclusive, passam uma sensação de liberdade que procuramos na contemporaneidade. Ah,…sensação/sentido! Para perceber a riqueza destes ambientes, precisa-se despertar os sentidos e levá-los apreciar os mínimos detalhes. É lá que está a poesia do projeto. Normalmente técnicos, eles funcionam bem, além de expor com muito cuidado a vida que ali está. Os ambientes minimalistas trazem  riqueza em muito pouco. Isso os deixam interessantes, àqueles que estão dispostos a descobrirem seus encantos.

A quem pense,…é fácil fazer o minimalismo. Com certeza, não é. Poucos fazem com maestria. O minimalismo não é vazio. Bem pelo contrário, é cheio de referências em poucas e pensadas especificações. Isso é dificílimo de fazer com excelência. Sabe por que? Porque é preciso chegar lá no profundo, na essência de cada cliente ou conceito.  Ir na raiz. Resgatar tudo e materializar com o mínimo, transformando o ambiente no máximo de sua concepção.

Quando isso acontece, o resultado são ambientes poéticos, luxuosos, leves e atemporais. Acreditamos que a casa do futuro, bem ali, terá todos estes adjetivos, incluindo a simplicidade para ser plenamente feliz.

Vamos sentir os ambientes citados nas fotos de Cristiano Bauce:

Área In – Lídia Maciel

Suíte Duvet – Rafael Kroth

Que tal? Eu amei as duas suítes.

A raiz de cada uma, traduzida em luxo.

Essa sensibilidade exposta, é a mais pura materialização da arquitetura de interiores. A criação de espaços que traduzem a alma de alguém, proporcionando um ambiente que o usuário se identifique, se perceba, se sinta libre, e possa ser feliz todos os dias com o melhor que possa adquirir.

#casaderaiz #casacorrs #casacor #arquiteturadeinteriores

 

Comments

comments

Escrito por
Mais conteúdo de Hellen Fírmìno

Conheça a SCA reinaugurada dia 15.

Aí esta mais uma novidade em Porto alegre. Adoro notícia boa! A...
Saiba Mais