Ambientes Casacor Santa Catarina – Edição Florianópolis

A CASACOR/SC em Florianópolis, abriu suas portas, conectando-se à memória da Capital ao realizar um evento ao lado de um marco histórico e arquitetônico da cidade totalmente restaurado. E também dá continuidade ao objetivo de sempre deixar um legado por onde passa com as operações comerciais que inauguram durante a mostra. Saiba mais em http://www.casaderaiz.com/casacor-florianopolis/

O elenco é formado por 70 profissionais de todo o Estado. Os 40 projetos são inspirados pelos três pilares do conceito Planeta Casa, tema que guia as mostras em todo o Brasil em 2019: sustentabilidade, tecnologia e afeto. A Idea foi concebida a partir da tendência do lar como universo particular de cada indivíduo, onde as mudanças e conexões surgem e transformam o entorno e a comunidade.

Foto de Capa: Fábio Jr. Severo – Cloud Nine por Gabriel Bordin

Conheça os ambientes em fotos de Lio Simas e Mariana Boro

1 – Bilheteria – Gabriela Bosco Dutra e Vanessa Buonomo

 A Bilheteria faz uma alusão à cidade e traz à luz, a história, a ancestralidade e a cultura local. Aqui, os ares da floresta permeiam o ambiente e conectam os usuários à sua essência. Sons, aromas e texturas criam essa atmosfera relaxante. A árvore da vida transborda seus frutos com apelos de conscientização pensar, criar, preservar, cuidar e amar. O futuro das novas gerações está em nossas mãos e precisamos nos empoderar desta responsabilidade de fazer melhor, fazer diferente e valorizar a Vida.

2 – Gelato al Mondo – Andreia Quintino Sant’ Ana e Eduardo Dutra

 Uma gelateria com produtos artesanais que teve como inspiração um conceito estético contemporâneo, tornando este ambiente replicável em qualquer lugar do mundo. Com esse espírito plural, a arquitetura priorizou a monocromia de tons claros nos revestimentos e móveis, combinados com a estrutura em aço preto. Painéis de madeira contínuos, aliados à iluminação embutida, emolduram o ambiente e oferecem temperatura e aconchego. O destaque do conjunto se dá pelo toque acolhedor do espaço reservado ao convívio de pessoas, prezando pelo reencontro das relações de afeto e tendo como peça chave o banco estofado exclusivo, no qual se permitiu o uso de cores.

3 – La Vie em Fleur – Cris Araújo e Linda Martins

 La vie en fleur é uma loja de fragrâncias inspirada no poder do feminino e no perfume das flores. Um espaço instagramavel construído em cima do pantone Rose quartz, a cor do momento. Um convite a selfies, um espaço onde as pessoas interagem e ainda podem levar um cheiro pra casa. Com mobiliário totalmente autoral e desenhado pelo escritório, traz a premiada Lady chair e uma novidade que vai dar o que falar; a luminária central desenhada pelo escritório com quase 30m2 que traz tecnologia e delicadeza ao ambiente.

4 – Galeria 3A – Rico Mendonça

A galeria projetada pelo arquiteto possui 3 ambientes distintos. A primeira galeria mais conceitual com trabalhos do escultor Pita Camargo. Na segunda, foi criado um espaço para contemplação dos trabalhos do escultor e na terceira terão trabalhos de dois artistas: Marcos Bazzo e Mariana Prestes. Os ambientes são emoldurados por aletas de laminas de fibra escura, trazendo a neutralidade do modernismo, as paredes que dividem as galerias, ganham papel de parede da coleção “nômade” assinada pelo próprio arquiteto, Rico Mendonça.

5 – Cloud Nine – Gabriel Bordin

 Estar nas nuvens. Cloud Nine é um espaço criado para proporcionar este sentimento a partir de elementos e cores neutros que trazem consigo a ideia de mimetizar a sensação de “estar no céu”. Logo na entrada o grande painel, criado a partir de molas ensacadas, convida ao toque, ao debruçar-se em seus próprios sentimentos. O conforto é enaltecido em todas as peças, com linhas fluídas e superfícies aconchegantes. E através das grandes janelas, de forma leve e natural, a luz permeia o ambiente pensado para o descanso, a fuga das cargas diárias e os excessos. Um quarto de estar onde o tempo corre macio.

6 – Co-Space para Arquitetos e Designers – Barbara Ramos e Maria Eduarda Brandão

 Ambientes de descompressão e reunião informal foram os escolhidos para representar um coworking para arquitetos. Dessa forma, o espaço combina o equilíbrio de projeto entre o espaço de trabalho funcional e o conceito da mostra. O conceito surge a partir de uma caixa que envolve todo o espaço e cria unidade, e a paleta de cores escolhida emoldura a caixa de forma a destacar os elementos inseridos dentro dela. Imprimir personalidade, despertar a curiosidade, criar um ambiente interativo e promover a instagramabilidade foram diretrizes chave que determinaram o resultado final.

7 – Espaço do Jornalista – Lucas Vitorino e Chara Yene Kokowise

 Elementos seletos e precisos configuram a nobreza da simplicidade presente no escritório de 26m². Preceitos alinhados aos princípios da dupla estreante na CASACOR SC. Nuances de tonalidades escuras envolvem a sala de modo a realçar a estante protagonista, que se acende ao fundo. Linhas racionais vestem o escritório em contraponto ao desenho sinuoso dos móveis de designers brasileiros harmonizando a composição formal. A contemporaneidade do projeto se relaciona com a nostalgia de objetos clássicos e tradicionais da comunicação, a fim de resgatar momentos, memórias e inspirações a este profissional que alimenta as percepções e opiniões do ser humano.

8 – Do grão a xícara – Larissa Aguiar

O ambiente contemporâneo cria uma sensação de leveza através da harmonia entre seus acabamentos e singularidade das curvas que delimitam seu espaço. Em contraponto à paleta de cores suaves e neutras, o grão de café e seus equipamentos se destacam como principais elementos do ambiente.Aliadas à atmosfera criada pelo café e seu aroma, as banquetas próximas ao balcão proporcionam ao consumidor mais do que uma xícara cheia, mas uma aproximação, uma experiência.

9 – Pátio Milano – Tais Marchetti Bonetti, Giovani Bonetti e Luiz Fernando Zanoni

Com um ar industrial, moderno e despojado, o ambiente Pátio Milano, de aproximadamente 560m² foi concebido para ser o ponto de encontro de pessoas em torno da gastronomia e do bom viver. O layout diversificado busca causar experiências e usos diversos ao usuário, permitindo escolher entre lounge com sofás, mesas coletivas, mesas bistrôs e até as mesas convencionais. Desta forma, a composição entre metal, grafite, madeira e os tons de verde azul são elementos eleitos pelo escritório para compor com os elementos da arquitetura do ambiente.

10 – Banheiros Funcionais – Tais Marchetti Bonetti, Giovani Bonetti e Luiz Fernando Zanoni

A intenção foi trazer a descontração dos azulejos brancos retangulares com ares retro e uma pitada de vibração, que surge com a cor verde “natureza real” no teto e meias-paredes. A escolha por criar as bancadas dos lavatórios também revestidas em azulejo foi para unificar os materiais de acabamento e com isto, as louças seguem no branco. Porém, para as torneiras pretas valorizam e criam contraste. O uso de frases adesivadas nas paredes são para dar um ar divertido. Os banheiros são funcionais e ocupam uma área de 113m².

11 – Cozinha dos Sonhos – Gabriel Hering e Christina Lago

A cozinha é como o templo dos encontros e da boa conversa, onde sabores e aromas combinam entre si. É com esse mix de ingredientes, que o projeto dos arquitetos Gabriel Hering e Chris Lago contempla o conceito industrial contemporâneo, que se funde aos materiais naturais como a pedra e a madeira, envolvidos por painéis de MDF que buscam valorizar os eletrodomésticos, transformando-os em peças de destaque.

 12 – Circulação com Acessibilidade – Heloisa Regis Vaz, Silvya Caprario, Ingrid Lima, Rosa Maria Garay e Valquiria Mendes da Silva

 O ambiente “Circulação com Acessibilidade” surgiu da necessidade de tornar os ambientes acessíveis a todos, sejam eles pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. A CASACOR Santa Catarina brinda seus visitantes este ano com um espaço inédito. Abrindo as portas e trazendo consigo uma equipe de especialistas em acessibilidade, o espaço traz as sensações dos 4 sentidos de uma forma sutil e conceitual, onde pode-se caminhar ou descansar com liberdade em meio a sofisticação.

13 – Antropo-Living – Carolina Zettermann de Almeida e Daniel Medeiros Ghizi

 A contemporaneidade expressada na arquitetura do escritório faz imersão no living proposto e enfatiza o conceito de arquitetura completa, que não vê distinção entre interior e exterior. É uma busca pela complexa harmonia entre as correspondências e particularidades de cada uso, função e resultado estético: diretrizes que norteiam os projetos do escritório. A proposta para o Living é sustentada pela essência antropológica. O layout estimula o encontro e prioriza a interação humana ao individualismo.A potencialização do uso dos materiais em sua forma natural configura a linguagem do projeto, proporcionando um mix de texturas aliado à arte e ao design.

14 – Caffé D’Oro – Giovani Bez Delpizzo e Cristiana Bez Delpizzo

 Com o intuito de homenagear seu bisavô paterno, os profissionais desenvolveram esta cozinha com inspiração também no café, sua bebida favorita. Dentro deste conceito a paleta de cores do ambiente caminha pelos tons terrosos, mesclado com o dourado que nos remete aos tempos em que o café era considerado o ouro brasileiro. Sendo dessa combinação de nuances a origem do nome do ambiente: Caffè D’Oro.  Desta fusão de sentimentos, cores e sentidos descende esta saudosa homenagem ao Sr Antonio Delpizzo.

15 – Living Rosê – Anna Maya

 De linguagem contemporânea, o projeto apresenta a mistura equilibrada de materiais rústicos, como o tijolo de concreto, e elementos clássicos, como a estante de madeira, os tapetes e as luminárias. Para o mobiliário, ela apostou em peças de tons claros e no tom rosê para os painéis, que evidenciam as formas circulares características de seus projetos. O contraste em relação à atmosfera de tranquilidade planejada fica por conta do desenho do gesso, com cortes marcantes que mantém a simetria nos dois ambientes do living. As telas contemporâneas com referências acadêmicas são destaque no espaço, revelando o perfil do morador como um bom conhecedor e apreciador de arte.

16 – Cozy Office – 3P Studio

O Cozy Office foi projetado para receber, acolher e partilhar.Mais do que um Home Office, é uma sala de aptidões, relaxamento e bem estar. O espaço se divide em dois momentos, o “Cozy” junto à lareira e o “Office” ao redor da grande mesa. O Cozy recebe os tons de verde e branco para tranquilizar e induzir ao relaxamento, a lareira à lenha nos conecta a momentos nostálgicos, nos desconectando do mundo. O Office é abraçado pelo tom acolhedor do rosa envelhecido. A grande mesa de jantar é o símbolo da multifuncionalidade do espaço – permitindo as trocas, o foco e a criatividade.

17 – Living Branco – Salvio Moraes Jr e Moacir Schmitt Jr

Um grande living, uma grande área social pensada para quem curte o conforto de casa, seja de maneira mais intimista ou mais ampla, recebendo amigos para happy hours etc. Como o próprio nome diz, nosso mood é claro, é aberto na escala de cores, é um respiro para o olhar. É como um bálsamo de bem estar e leveza em dias tão pesados e obscuros que vivemos. A cor principal do ambiente é o branco off, que predomina e afirma o conceito do espaço. Temos cozinha, sala de jantar, sala de estar, bar e lavabo em 100m2 de área total.

18 – Living da Arquiteta – Graziele de Souza

 A arquiteta Graziele de Souza assina o Living 25. Um ambiente com estilo clássico, destaque de seu trabalho durante toda sua trajetória profissional. A composição vem repleta de detalhes que marcam seus projetos. Arandelas, boiseries, tons de dourado  e a composição da madeira com os demais materiais, trazem sintonia e equilíbrio. Com dois objetivos distintos, o principal desafio foi tornar ambos possíveis. Primeiramente desenvolver um projeto com todos os detalhes marcantes para o Living e depois remodelar para transforma-lo em sua nova sala de atendimento de seu escritório.

19 – Quarto dos Irmãos – Talita Abraham e Tici Tieppo

 A ludicidade impera neste espaço de 37m² pensado para uma menina de seis anos e um menino de três, que juntos compartilham a experiência de dividir o mesmo quarto. O projeto trazido pelas arquitetas e mães experientes, incentiva o convívio dos irmãos, além de respeitar também a individualidade dos pequenos a partir de soluções pontuais na decoração. Destaque para o mobiliário solto, versátil, desenhado pela dupla, e que pode acompanhar as diferentes fases da criança. E mais: consciência na escolha dos materiais, a exemplo dos tecidos de algodão e nos revestimentos das paredes.

20 – Quarto Unplugged – Ana Luiza Tomasi

 O quarto Unplugged teve inspiração em ser um contraponto da realidade que vivemos hoje, principalmente através das mídias sociais, onde as pessoas compartilham uma vida perfeita que nem sempre é verdadeira ou representa a nossa essência. Sabemos que no dia a dia nem tudo sai exatamente como planejamos, mas isso é o que torna as coisas mais interessantes e verdadeiramente belas. O revestimento das paredes é em madeira natural e tem como objetivo criar uma atmosfera acolhedora, como uma caixa que abraça o ambiente. O forro tem o desenho arredondado passando a ideia de algo seguro e acolhedor.

21 – Quarto entre Fases – Andréia Bocchi, Michael  Zanghelini e Jeane Silva

 Pensado para uma mulher madura contemporânea focada no protagonismo feminino, que busca em sua morada o equilíbrio entre o que já viveu e o que pretende viver. Apostando em tecnologia, sofisticação e conforto os profissionais criaram um ambiente essencial, sem exageros. Além da cama posicionada no centro do quarto, ditando a fluidez do espaço, a adega, o lavatório e a lareira completam o projeto com a paleta de cores que passeia entre o rosa, roxo, vermelho, o marrom e o preto.

22 – Suíte Albergo – Gabriela Herde A&D

 O escritório Gabriela Herde Arquitetura & Design propõe através do ambiente Suíte Albergo um espaço inspirado nos lofts Nova-iorquinos dos anos 50, trazendo arte e aconchego.  O ambiente oferece a seus visitantes uma ideia de fabrica habitada, com elementos industriais, obras de arte e soluções inteligentes para espaços integrados.

23 –  Abraço Verde no Casarão Hercílio Luz – Benedito Abbud

Especializado em arquitetura paisagística e com mais de 40 anos de profissão, o arquiteto paulista Benedito Abbud traz a Florianópolis toda sua vivencia e conhecimento em transformar jardins em verdadeiras obras para contemplação, e ao encarar esse desafio, o profissional buscou criar um jardim que pudesse valorizar o imóvel sem criar uma competição ou esconder o casarão histórico que abriga parte do Evento.

24 – Milano – Casa do Governador – Eduarda Tonietto

A Casa Hercílio Luz é um marco histórico do nosso estado que ficou abandonado durante muitos anos. Depois de todo o trabalho de recuperação, a casa abre suas portas pela primeira vez para a população conhecer o resultado do seu restauro. Pensando nisso, a melhor forma de receber as pessoas que passarão pela mostra, é contando um pouco desse processo e da história desse lugar emblemático. Ao entrar o visitante irá encontrar um espaço com caráter museológico, onde o protagonista é realmente a casa, seus salões e detalhes históricos.

25 – Jardim das Lendas – Leticia Vieira e Claudio Saladini

 Integrando a liberdade da natureza com a comodidade do urbano os profissionais Leticia Vieira e Claudio Saladini apresentam o Jardim das Lendas. Um espaço que traz a harmonia entre dois conceitos antagônicos, mas que podem coexistir de modo equilibrado no mundo contemporâneo. Através dos sentidos e percepções, o visitante será levado por uma viagem afetiva e natural pelo mundo da marca e suas lendas.

26 – Porão UNILUX – Beatriz Zeglin, Mariana Maisonnave, Arthur Lins, Felipe Finger   e Vitor Sadowski

 Um porão, um espaço ressignificado. Revelado em camadas no processo de restauro, a penumbra dá lugar a luzes que enaltecem a preservação do bem tombado. Paredes e arcos em tijolo maciço revelam as técnicas construtivas da época – contrastados com as contenções em concreto e um sofá que permeia e integra o ambiente. Presente e passado em diálogo, em uma intervenção contemporânea que promove o encontro. Uma conversa de porão, entre o novo e o antigo, entre a luz e a sombra, entre o silêncio e notas musicais. Um ambiente que respeita a história e proporciona experiências que valorizam o agora.

27 – Aurora Blue – Allan Chierighini e Graziella Oliveira

 Inspirado nas Auroras Polares, os arquitetos assinam o ambiente AURORA BLUE. Um projeto conceitual, sensorial e tecnológico. Inspirados nas Auroras Boreal e Austral, os arquitetos desenvolveram o projeto baseado em 5 elementos: terra, fogo, água e ar. Com destaque no quinto elemento, representado pela consciência humana, que significa a chegada da tecnologia no mundo. O equilíbrio entre energia, simbolismo e tecnologia. Um projeto ousado e criativo onde a utilização de alta tecnologia, como destaque, num espaço interativo, contemporâneo e natural.

28 – Suíte Master – Leandro Sumar e Fabio Vitorino

A busca pela amplitude dos espaços aliada ao desejo de conexão e de estar próximo evidenciam a tendência de integração dos ambientes. Esses deixaram de ser estáticos e assumiram mais de uma função na mesma metragem. Com inspiração em um casal que aprecia moda e design e prioriza itens exclusivos, sofisticados e requintados, a dupla de arquitetos Leandro Sumar e Fábio Vitorio assina a suíte master. Ambiente que define praticidade e conforto através da sofisticada integração entre dormitório, closet e sala de banho e do uso de materiais nobres como o mármore natural.

29 – Sunset Quarto de Hóspedes – Leonardo Caldart e Letícia Pimentel Silva Caldart

A ideia dos profissionais, Leonardo Caldart e Leticia Pimentel Silva Caldart para esta suíte de 42 m², foi proposto para atender aos hóspedes em um ambiente integrado e com autonomia. Com uma paleta de cores que remete ao pôr do sol, os tons de laranja representam o dia e o azul escuro, o nascer da noite. O objetivo é ser impessoal, porém aconchegante e confortável ao mesmo, através do uso de um mix de materiais naturais, brutos e sofisticados.

30 – Living Paradise – Yael Gossis e Marisa Lebarbechon

Pensado para quem gosta de receber, com uma atmosfera contemporânea e um leve toque clássico. O living integra a área de interiores com o paisagismo de forma equilibrada, oferecendo um conceito de bem-estar e sofisticação. Cores claras predominam por todo o espaço e a luminosidade foi a base do projeto. Para aquecer o ambiente foi utilizado revestimento amadeirado no teto e colunas. A Vegetação preservada inserida e a pedra natural irregular em mármore, trouxe a natureza para dentro de casa. A iluminação com tela tensionada se destaca no ambiente, trazendo um efeito de luz natural. Os lustres deixam o espaço glamoroso, por suas pedras naturais marroquinas e base dourada, proporcionando um efeito luminoso diferente.

31 – Loft Pra Perto do Mar – Juliana Pippi

O mar sempre esteve ao redor, na linha do olhar, na brisa fresca que abraça a pele. Sempre próximo, todo dia, dos primeiros raios de sol até quando a lua aparece faceira refletida na superfície da água. Sempre significou os pés afundados na areia, descalços, molhados à beira. Juliana Pippi materializa no Loft “Pra perto do mar” o cenário que a envolve por toda a vida. A arquiteta conta por meio dos tons e texturas selecionados para o ambiente sobre sua relação com o horizonte azul e reforça o estado de leveza que defende para a vida.

32 – Loft Duo – Cris Passing  e Giovane Marangoni

Para esta edição da mostra, a dupla trabalhou o conceito de escolhas/definições para a vida, para o trabalho e para o morar relacionadas ao futuro. O Loft Duo considerou escolhas sustentáveis para direcionar o projeto que já nasceu em uma linha atemporal e onde as peças serão reutilizadas. Os tons neutros e as diferentes texturas de madeiras de reflorestamento, pedras e tecidos trazem uma unidade ao espaço com muito acolhimento complementado pela iluminação. As peças de design e as obras de arte valorizam a ambientação.

33 – Beer Bar – Fabio Bubniak e Ana Carolina Melo

 Com a premissa de criar um ambiente com o jeito da marca, os profissionais encontraram no estilo industrial os elementos que conceituaram o projeto e buscaram nos acabamentos brutos, como a bancada em pedra natural e a chapa metálica de container para compor o conceito. As grandes estrelas do projeto são as torneiras de chopp, onde foi criado um local de destaque na fachada principal do quiosque. O elemento rústico fica por conta da madeira de demolição, a qual aparece em painéis e no mobiliário solto. Estantes e quadros metálicos com tela aramada preta, criando espaços de exposição de produtos, assim como o painel que trouxe versatilidade para o cardápio de chopps “on tap”.

34 – Wine Bar – Ana Carolina Melo e Fabio Bubniak

 O projeto teve como foco principal o conforto e o bem-estar do cliente. A intenção foi trazer os elementos de identidade da marca, já existentes em outros estabelecimentos do grupo, porém com novos materiais, criando um conceito contemporâneo e mais alinhado ao local. Acabamentos que proporcionam conforto, sem perder a sofisticação de um ambiente wine bar permeiam o projeto. A complexidade do projeto estava em criar espaços para acomodar e expor a grande variedade de vinhos. O destaque fica por conta da estante metálica ao redor da geladeira de vinhos, projetada pelos profissionais.

35 – Pizza para todos – Sandra Coral, Julia Zanette, Rodrigo Martins Gheller

Ao encontro do conceito de um food hall, o layout da pizzaria foi projetado para que o cliente possa acompanhar todo o processo de produção da pizza. A arquitetura deixa a estrutura original do prédio exposta: laje, tubulações e as paredes brutas; e a cozinha em ilha fica visível através do pano de vidro. Em contraponto, cria-se um grande muro de gabião na parede e no teto, preenchido com madeira reaproveitada de escoras de obras. Os materiais que já eram originais da marca, como o OSB, a estrutura metálica preta e o painel de pequenas lenhas, agora compartilham espaço com a contemporaneidade do inox. Uma proposta de Urban Jungle traz um toque de vida ao espaço.

36 – Burger Dream – 3P Studio

 Com uma fachada única, o projeto enaltece as linhas retas, o gradil, o P&B e a cor azul presentes na primeira sede do restaurante. Painéis ripados em preto emolduram e destacam a grande vitrine para a cozinha, já lá dentro, o movimento das linhas azuis quebram a formalidade dos volumes brancos. O azul também aparece no piso da área de atendimento e na iluminação que destaca a logo da marca.O grande balcão em Silestone traz a diagonal para mais uma vez criar movimento, dar força para a fachada e refletir o dinamismo da operação fast casual, enquanto o neon dispersa a atenção para os principais produtos da casa.

37 – Peixaria Gourmet – Allan Chierighini e Graziella Oliveira

 Os arquitetos Allan Chierighini e Graziella Oliveira assinam também o restaurante “Peixaria e Grill Gourmet”, um projeto comercial de 30 m² inspirado na tradicional culinária da ilha e a pesca local.  Com madeira natural, azul em degradê e o teto em movimento. O ambiente tem espaço para preparo de alimentos saudáveis, um live display e um cantinho pensado para apresentação de louças artísticas desenvolvidas especialmente para o espaço, evidenciando ainda mais a gastronomia do Chef. A iluminação direta e indireta dá destaque as escolhas de materiais realizadas pelos arquitetos para compor com charme e elegância o ambiente.

38 – Boutique de Carnes – Tauan Zanetta

Valorizando a história dos antigos mercados de carne, destacando o produto, seus cortes, e instigando o paladar de quem passa pela boutique, o ambiente foi desenvolvido com materiais em texturas naturais – como a madeira, o tijolo e o cimento queimado -, enquanto o metal e as grelhas metálicas se contrapõem à rusticidade e dão um toque contemporâneo ao local. A união desses elementos traz ao ambiente um toque familiar, aconchegante, mas ao mesmo tempo moderno, proporcionando ao cliente uma experiência única.

39 – Tigela Roxa – Guilherme Garcia

Em seu segundo espaço na CASACOR Santa Catarina, a Cumbuca, Guilherme Garcia cria uma atmosfera completamente inédita para um restaurante de açaí. Sentir-se na cozinha da sua própria casa, como em sua própria bancada. O projeto cresce em torno de uma ilha, produzida em granilite – material que tem como base os resíduos das marmorarias – onde toda a magia do açaí acontece. Pensado para ser despojado e descontraído, a Cumbuca traz materiais leves e recicláveis para se alinhar a tendência da sustentabilidade na arquitetura. Sinta-se em casa!

 40 – Frutaria – Guilherme Garcia

Estreante na CASACOR Santa Catarina, o designer catarinense Guilherme Garcia dá as boas-vindas aos visitantes da mostra com os dois primeiros ambientes. A quitanda do paladar, além de alimentos saudáveis, traz drinks exclusivos já no início do evento. Pensada dentro de uma atmosfera integrada, a quitanda funciona como uma ilha, onde todos seus produtos são expostos no seu perímetro, e utiliza em suas bancadas a Agbo quartz, um composto produzido a partir de rejeitos da industria da tecnologia. Hortaliças ou drinks, fique a vontade para escolher.

Agende-se

O QUÊ: CASACOR Santa Catarina/Florianópolis 2019
QUANDO:
15 de setembro a 27 de outubro. Terça a sexta, das 15h às 21h. Sábados e feriados, das 13h às 21h.  Domingo, das 13h às 19h. O evento não abre às segundas-feiras
ONDE:
Empreendimento Cidade Milano (Av. Mauro Ramos, 1512, Centro, Florianópolis) Estacionamento no local
INGRESSOS:
R$ 50 / R$ 25 (meia, necessário comprovante).

Comments

comments

Escrito por
Mais conteúdo de Hellen Fírmìno

Dia da criança conectada

Elas estão conectadas,sim.. É ótimo! Se for na medida certa. Vou falar...
Saiba Mais