Móveis e objetos cheios de memórias dão vida ao apartamento de 67m2

Atemporal, o projeto aposta em ambientes com peças passadas de geração em geração

O lar perfeito é aquele onde as pessoas se sentem acolhidas e a arquitetura de interiores transforma cada espaço de forma única e personalizada. Essa foi a proposta dos arquitetos Renato Andrade e Erika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, ao reformar e modernizar este apartamento de 67 m², sob medida, para os proprietários que adoram viagens e faziam questão de integrar as peças de família na composição da nova casa.

Um dos principais desafios para os profissionais foi alinhar o estilo que o apartamento seguiria, já que os moradores gostam do clássico, mas ao mesmo tempo curtem muito o estilo moderno.  O primeiro passo foi criar uma área de estar integrada com os demais espaços, de forma que garantisse amplitude e comunicação visual. Ao mesmo tempo, o propósito era que ela também servisse de pano de fundo para realçar as peças herdadas. E, para que elas tivessem mais destaque e relevância no décor, o apartamento ganhou uma base neutra. Logo na entrada, uma mesinha com cerca de 200 anos, que pertenceu ao tataravô de um dos moradores, compõe o home office. De madeira maciça, o móvel combinou com os painéis que revestem as paredes e formam um lindo contraste com a estante de aço vazada.

Com linhas retas e simples, o projeto é repleto de memórias, a exemplo da cristaleira no hall entrada que armazena a louça presente na família há quase 150 anos. Mesmo com pequenas ranhuras e manchas, as peças fazem parte da memória afetiva do morador, já que serviu o jantar das bodas de seus pais.

A partir de viagens, os moradores começaram a criar referências para a nova morada, e trazer memórias afetivas que compõe uma casa com a personalidade e história de vida dos moradores. “Trabalhamos de forma equilibrada com tudo que foi solicitado pelos moradores, que foram extremamente receptivos para nossas ideias”, finaliza Erika.

Veja todas as peças nas fotos de Luis Gomes:

Um projeto novo, quando inserido móveis de família, ou memórias afetivas, ganha personalidade, além da atemporalidade.

Comments

comments

Escrito por
Mais conteúdo de Hellen Fírmìno

Novidades: Verde dentro de casa

A novidade de hoje é um líquen natural para uso em ambientes...
Saiba Mais