Apartamento com raiz no masculino

Olá seguidores.

Hoje mostraremos um loft com raiz no masculino. Assinado pela arquiteta Tânia Eustáquio. O loft foi projetado para um rapaz solteiro, onde tudo tem a sua imagem refletida. E o predomínio do preto e branco em toda ambientação.

O morador queria um loft com tijolinhos aparentes, black and white, pickups, bike e skate e muito espaço,… liberdade! E está tudo aí. (essa é a raiz)

Trazendo o gosto pessoal do morador, a sala de estar, com tijolinhos à vista na cor branca, contempla toda estrutura de home theater e som – com as caixas de som e ​quadros com fotos de músicos. A paixão pela música vai ainda mais além e transcende com o ambiente onde a arquiteta projetou um espaço para seus momentos de DJ. Em madeira preta, o móvel projetado abriga todos os discos e os equipamentos para discotecagem.

Detalhes como a bike e o skate pendurados na parede, dão um charme para a decoração das paredes! O apreço por vinhos pode ser visto por quem o visita: É de encher os olhos a vida dos rótulos devidamente posicionados na adega.

Na área íntima destacam-se o home office/biblioteca para as atividades profissionais do rapaz e o banheiro integrado, com bancada centralizada.

Seguem as fotos: Vamos conferir?

Tudo que o morador pediu, e mais um pouco.  Bom projeto, funcional, e com muito bom gosto. Como deve ser uma casa de raiz.

Tem o morador projetado aí. Tem arquiteto, construindo um conceito assertivo no projeto. Tem o conceito materializado e atendendo o morador.

#casaderaiz #arquiteturadeinteriores #gentefeliz

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *